home | publicações | efeitos | notícias | fontes | equipe | parcerias

APLICAÇÃO DE SILICATOS NO SOLO(1)

G.H. Korndörfer; A. Nolla; L.A. de Oliveira

A maioria dos solos contém consideráveis quantidades de silício. Apesar disso, cultivos consecutivos podem reduzir o nível deste elemento até um ponto em que a adubação seja necessária. Segundo Korndörfer et al. (1999a), os valores de Si, no solo, extraídos com ácido acético 0,5 mol L-1 inferiores a 20mg dm-3, ou ainda de 6 a 8 mg dm-3 extraídos em CaCl2 0,05 mol L-1 em geral indicam a necessidade de adubação com Si. De acordo com os mesmos autores, estes solos apresentam boa resposta à aplicação de silício. Acima desses valores, as repostas tendem a ser mais discretas.

Outra consideração a fazer refere-se ao tipo de cultura, pois existem espécies de plantas que apresentam maior capacidade de resposta à aplicação de Si, tais como o arroz, a cana, o trigo, o sorgo e as gramíneas em geral. Para estas plantas, a adubação com produtos ricos em Si tem proporcionado benefícios, principalmente quando as mesmas estão sujeitas a algum tipo de estresse, seja biótico ou abiótico. Os benefícios associados ao uso de silicatos estão relacionados não apenas ao fornecimento de Si, mas também ao efeito dos mesmos como corretivos de acidez, fornecimento de Ca, Mg e também micronutrientes, tais como Cu, Fe, Mn, etc. (Queiroz, 2003).

A dose de Si a ser aplicada no solo depende da reatividade da fonte, do teor de Si no solo e da cultura considerada. Estudos indicam que doses variando de 1,5 a 2,0 t ha-1 de silicato de cálcio foram adequadas para uma boa produção de arroz no Japão, Korea e Taiwan (De Datta, 1981). Para solos já corrigidos a dose de silicato não deve ser superior a 800 kg ha-1.

Os silicatos são as principais fontes de Si para a agricultura, mas para que sejam empregados é necessária a retirada dos metais pesados, algumas vezes em alta concentração, o que pode provocar sérios problemas ambientais.

As características consideradas ideais para uma fonte de Si para fins agrícolas são: alta concentração de Si-solúvel, boas propriedades físicas, facilidade para a aplicação mecanizada, pronta disponibilidade para as plantas, boa relação e quantidades de cálcio (Ca) e magnésio (Mg), baixa concentração de metais pesados e baixo custo.

Os silicatos, como já foi dito, possuem efeito corretivo (Alcarde, 1992). Com a sua aplicação no solo, o pH aumenta, os teores de Al+3 diminuem, a Saturação por Bases aumenta e a Saturação por Al diminui. Isto acontece porque os silicatos promovem a reação dos ânions SiO3-2 com a água, liberando hidroxilas (OH+) para a solução do solo (Figura 4).

Os silicatos são aplicados principalmente na forma sólida (pó ou granulado), mas também podem ser aplicados na forma líquida (via solo ou foliar).

Enquanto os silicatos em pó são incorporados em área total, os silicatos granulados são normalmente aplicados em linha juntamente com outras matérias primas na composição de adubos NPK.

O uso de silicato granulado juntamente com o NPK é capaz de fornecer o Si próximo ao sistema radicular favorecendo assim a absorção deste elemento pelas plantas além de reduzir o custo da fórmula.

Segundo Korndörfer, et al. (2003), os silicatos (fonte de Si) apresentam em geral efeito corretivo muito semelhante quando incorporados ao solo, conforme mostra a (Figura 5).

O aumento da concentração de Si no solo após a aplicação de um silicato, no entanto, depende da fonte utilizada. A Figura 6a mostra que a fonte siligran (AW40) se mostrou tão eficiente na liberação de Si solúvel quanto a Wollastonita que é considerada uma fonte padrão nos estudos com Si (Ramos, et al, 2004). Em relação ao teor de cálcio, a fonte siligran (AW40) foi igual ou até superior aos resultados obtidos com a wollastonita (Figura 6b). 

Figura 5 Valor de pH (CaCl2) do solo após 56 dias de incubação  em função da aplicação de doses crescentes de Si aplicadas na forma de silicatos: Wollastonita (pó), Albright & Wilson (pó) e Siligran (pó e granulado) (Fonte: Korndörfer et al, 2003).

Além disso, é importante destacar que a aplicação de siligran (pó do ciclone) proporcionou um aumento de pH proporcional ao da wollastonita (Figura 6c). Isso indica que a fonte siligran apresenta potencial para correção da acidez do solo, o que é desejável para se obter um desenvolvimento normal das culturas. Por outro lado, a fonte siligran (pó de ciclone) foi superior a wollastonita na disponibilidade do Mg (Figura 6d), elemento importante para o crescimento e desenvolvimento das culturas.

 

 Figura 6 Concentração de Si (a), Ca (b), Mg (c) e valores de pH-CaCl2 (d) no solo, atingidos com aplicação de diferentes fontes de silicato de Ca e Mg. (Fonte: Ramos et al, 2004).

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

ALCARDE, J.C. Corretivos da acidez dos solos: características e interpretações técnicas. São Paulo, Associação Nacional para Difusão de Adubos e Corretivos, 1992. p.1-26. (Boletim Técnico, 6).

DE DATTA, S.K.  Principles and pratices of rice production.  New York: John Willey and Sons Inc, 1981. 618p.

KORNDÖRFER, G.H.; COELHO, N.M.; SNYDER, G.H.; MIZUTANI, C.T.  Avaliação de métodos de extração de silício para solos cultivados com arroz de sequeiro.  Rev. Bras  C. solo, v.23,n.1, p.101-106, 1999a.

RAMOS, L.A. VIDAL, A. A, QUEIROZ, A. A., KORNDORFER, G. H, NOLLA, A. BITTENCOURT, M, F, ARAÚJO, L. S & FERREIRA, D. A. A. Reatividade de fontes de silício em neossolo quartzarênico. CD-rom, FERTBIO 2004- Anais ...Lages – SC. Julho de 2004.

 

[1] Fonte: G.H. KORNDÖRFER; H.S. PEREIRA & M.S. CAMARGO 2004. Silicatos de cálcio e magnésio na agricultura. Uberlândia: GPSi-ICIAG-UFU. 23p. (GPSi-ICIAG-UFU. Boletim Técnico, 01- 3ª. Edição)

PRINCIPAIS FONTES DE Si DISPONÍVEIS NO BRASIL

FONTES (aplicação) TEORES DE SILÍCIO ENDEREÇOS
SILICATO CA e MG (AGROSILÍCIO) - via solo 23% SiO2 http://www.agronelli.com.br/ 
SILICATO POTÁSSIO (INEOS) - via foliar 26% SiO2+ 13% K2O http://www.ineos.com/index.htm
TERMOFOSFATO YOORIN - via solo 23% SiO2 + 18% P2O5 http://www.fertimitsui.com.br/verde/index.htm 
SILIGRAN/FERTION - via fertilizante/NPK 21-32% SiO2  http://www.fertion.com.br/
Produto (Termofosfato) Aplicação 1 Aplicação 2

Produto (Agrosilício) Aplicação 3 Aplicação 4